Face à gravíssima situação de paralisia económica decorrente da Pandemia originada pela COVID-19, o Conselho de Governo, reunido em plenário a 22 de março de 2020, determinou que a IHM – Investimentos Habitacionais da Madeira, EPERAM isente a totalidade dos seus inquilinos das rendas habitacionais (rendas de habitação social, cânones de direito de superfície, prestações de PRID e rendas de hortas, entre outros) e não habitacionais (empresas e associações) referentes aos meses de abril, maio e junho de 2020, não sendo necessário qualquer procedimento por parte destes.

Ainda, permitiu à empresa suspender a cobrança, nos mesmos meses (abril, maio e junho de 2020), de planos de pagamento ou acordos de regularização de dívidas em atraso, relativos a meses e anos anteriores. Para beneficiar desta, os interessados devem consultar a sua entidade bancária.

Estas medidas abrangem cerca de 18 mil pessoas nos programas habitacionais e 89 empresas e associações em espaços não habitacionais, num montante estimado em 1.250.000 euros.